SHOWS

Reinaldo

   "NATURAL DO RIO de Janeiro, Reinaldo veio para São Paulo e chegou trazendo consigo a experiência dos pagodes de quintal do Cacique de Ramos, bloco histórico do subúrbio carioca, ajudando a popularizar as rodas de samba Paulistas onde lançou seu primeiro disco Retrato Cantado de um Amor (1986), pela Continental, seguido dos LPs Aquela Imagem, Pra Ser Minha Musa, com o qual recebeu o primeiro disco de ouro, e Coisa Sentimental, considerado pela crítica como o melhor trabalho de sua carreira, que lhe valeu a indicação para receber o Prêmio Sharp, na categoria de Melhor Cantor. Em 1992, lançou o disco Soneto de Prazer e, em 1995, Samba Meu Brasil.

 

   Em 1997 retorna à Continental com o LP Traz de Volta Minha Paz. Dois anos depois grava o primeiro CD de uma coleção de três, intitulados Pagode Pra Valer trazendo de volta o samba de raiz, marcado na palma da mão, faturando mais um disco de ouro." Foi então que se fez merecedor do título dado pelos colegas de "Príncipe do Pagode". Seu nono disco, Pagode pra Valer, dispensa equipamentos elétricos, nada de baixo, teclado e guitarra, só banjo, cavaco, pandeiro, tantã, surdo, repique e reco reco, como nas rodas habituais.