SHOWS

Os Filhos da Música

OsFilhosDaMúsica_450x250.jpg

   SHOW REÚNE MAX DE CASTRO, LUCIANA MELLO E LÉO MAIA, MAX VIANA, SIMONINHA em uma homenagem à música brasileira e seus pais.

   Os Filhos da Música é uma homenagem aos grandes ídolos musicais brasileiros. Juntos, Max de Castro, Simoninha, Luciana Mello, Jair Oliveira, Léo Maia, Max Viana e Luiza Possi mostram um pouco do seu repertório próprio e acompanhados por um quinteto, resgatam seu DNA interpretando com maestria os grandes clássicos nas vozes dos seus pais Wilson Simonal, Jair Rodrigue e Tim Maia , Zizi Possi e Djavan.


   No repertório, clássicos como País Tropical e Alguém me avisou. Em outros, cada um segue com seu setlist repleto de sucessos. Entre as canções que serão interpretadas estarão: Nem vem que não tem, Mais que nada, Simples desejo, Não deixe o samba morrer, Do Leme ao Pontal, Não quero dinheiro, entre muitos outros hits.

    UM  POUCO  DA  HISTÓRIA  DO  PROJETO
   Desde o final dos anos 90 alguns artistas como Simoninha e Luciana Mello já faziam referência as suas origens musicais e influências.
   A ideia original do projeto sempre foi perpetuar a música brasileira. São utilizados ainda recursos de vídeo para abertura dos musicais. Entre o público um misto de emoções, alegria e nostalgia. O projeto atinge as mais variadas faixas etárias.

https://www.youtube.com/watch?v=AXX7BrYsFWo (Apresentação, por João Marcello Bôscoli)
https://www.youtube.com/watch?v=OJrDQfRdVss (Com:Max Viana e Max de Castro Leo Maia)
https://www.youtube.com/watch?v=gB7d3iWwJ7U (com: Luciana Mello, Simoninha e Léo Maia)

.

   DEPOIMENTO
   A Música é uma reportagem do seu tempo. E quando contém os chamados "valores eternos", torna-se atemporal, perene, presente. A Música Brasileira apresentou nosso país ao mundo; é parte de nossa personalidade coletiva, de nossos contornos. O Brasil é, sim, relevante. E boa parte do que somos é fruto de uma confluência de gerações e talentos musicais únicos - de nossa imagem às nossas características individuais e coletivas mais íntimas. Acontece que Música não nasce em árvores; ela nasce em pessoas. E no caso de muitos grandes artistas, durante seus processos criativos, tiveram filhos, criaram famílias, crianças que além do código genético, carregam a experiência de estarem envolvidos em Música desde sempre. Algumas dessas crianças escolheram levar adiante a Música Brasileira, tornando-a seu ofício, como se fossem frutos humanos movendo a roda do tempo em seu ritmo próprio. Homenageando a vida e obra de seus ascendentes, em um movimento musical e amoroso, dão de presente ao público novas memórias emocionais, afetivas e referenciais. E as memórias não envelhecem; tem a idade que sempre tiveram. Estamos com saudades do Brasil, de uma parte específica do país. Queremos, cantando, responder à pergunta: o que foi feito amigo, daquilo que a gente sonhou? Como ainda é de manhã em nossas vidas, é (sempre) tempo de despertar, de nos tornarmos o que somos.

   Viva a Música Brasileira!


João  Marcello  Bôscoli  (filho  de  Elis  Regina  &  Ronaldo  Bôscoli)